Como funciona a NFE Nota fiscal eletrônica Danfe

Como funciona a NFE Nota fiscal eletrônica Danfe

Nesta postagem você vai realmente entender o funcionamento da NFE – Nota Fiscal Eletrônica ou Danfe. Vamos descrever aqui todos os detalhes depois de lido mais a baixo poderá ver o vídeo completo com todos os detalhes.

Mesmo que você precise apenas emitir uma simples NFE. Você precisa saber antes os detalhes e o funcionamento da mesma. Pois se não não vai entender os princípios básicos para este tipo de emissão.

NFE – Esta e a nota fiscal normalmente de venda de produtos. ela e mais usada para compra e venda direta de produtos, mas existem outros usos, como compra e modificação ou fabricação de algum item depois a venda, isso tem que ficar claro que e a nota para venda.

NFSE – Esta e a nota fiscal de serviço, normalmente e emitida pela prestação de serviço, em outros vídeos falaremos mais detalhes sobre ela. Este tema e específico para nota fiscal de venda de produtos.

Escopo escencial para emissão de uma NFE

Algumas configurações iniciais são extremamente importantes para emissão de uma nota fiscal vamos descrever para que fique ciente antes de tentar emitir uma.

1º – Dados do seu cliente – E necessário que tenha todos os dados do seu cliente, nome completo, CPF ou CNPJ endereço completo do mesmo como rua, cidade, estado, cep etc.

2º – Produto – Precisa ter todos os produtos com seus códigos fiscais logo a baixo eu irei escrever alguns códigos fiscais. Lembrando que cada produto precisa ter seu próprio código fiscal.

3º – Códigos fiscais – São os códigos necessários para a emissão de uma nota fiscal, e claro que dependendo da região podem existir outros, mas você precisa ficar atento com os seguintes códigos de cada produto:

NCM – Significa “Nomenclatura Comum do Mercosul” e trata-se de um código de oito dígitos estabelecido pelo Governo Brasileiro para identificar a natureza das mercadorias e promover o desenvolvimento do comércio internacional, além de facilitar a coleta e análise das estatísticas do comércio exterior. Você pode consultar diretamente no site da sefaz do seu estado ou clicando aqui.

CEST – O Código CEST (Código Especificador de Substituição Tributária) foi elaborado pela Secretaria da Fazenda, para uniformizar a identificação dos produtos que estão sujeitos a Substituição Tributária. A utilização deste novo código será obrigatória a partir de 01.10.2016.  Para consular o CEST apartir do NCM clique aqui.

Origem do produto – Esta e a origem do produto tipo nacionalidade de onde o produto esta sendo adquirido para revenda.

CFOP – É a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações, das entradas e saídas de mercadorias, intermunicipal e interestadual. Trata-se de um código numérico que identifica a natureza de circulação da mercadoria ou a prestação de serviço de transportes.

4º – Geração da nota fiscal – Você precisa ter um bom software para gerenciar essa emissão de notas fiscais, pois tudo isso precisa estar bem configurado para se fazer a emissão da nota, breve irei dar a dica de sistemas que geram NFE gratuitamente mas isso ficará para os próximos vídeos.

 

Inscreva-se em nosso canal do Youtube clicando aqui.

Curta nossa Fanpage no facebook para que você possa acompanhar sempre nosso conteúdo clique aqui.

DÚVIDAS – Você que tem dúvida sobre qualquer conteúdo de nosso blog ou mesmo de nosso canal, poderá tirar suas dúvidas diretamente em nosso grupo no Facebook entre peça permissão para entrar e deixe sua dúvida clicando aqui.

Siga-nos no Twiter e acompanhe nossas postagens e conteúdos super interessantes clicando aqui.

Aguardamos sua interação com nossas redes sociais obrigado!!!

Be the first to comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.