DICAS – Windows: 32 ou 64 bits, quais as diferenças entre as versões?

Existem processadores que operam em 32 bits, já outros trabalham em 64 bits.
O sistema operacional Windows possui 2 versões: 32 e 64 bits.

32 ou 64 bits?

Provavelmente você já se deparou com essa dúvida ao baixar programas para o seu Windows, porém, não há motivos para se desesperar, pois é algo simples de resolver.

Ao adquirir um novo computador ou formatar o PC, é importante saber 2 coisas:

Qual versão do Windows é a mais adequada no seu caso e quais as diferenças entre as versões 32 e 64 bits.

Neste artigo, você aprenderá isso e muito mais agora.

 

Qual a diferença entre as versões 32 e 64 bits?

Para começar, tenha em mente que esses números não se aplicam a velocidade da CPU (Processador), mas sim a maneira como ela processa as informações.

Simplesmente a diferença entre as versões 32 e 64 bits é apenas a capacidade de processamento que cada uma delas suporta.

No caso do Windows versão 64 bits, o desempenho dos processadores com a arquitetura de 64 bits é aproveitado ao máximo, pois o sistema também é 64 bits.

Já na versão 32 bits extrai-se uma capacidade equivalente a processadores de 32 ou 64 bits, desde que possuam o mesmo clock.

 

A versão 64 bits é capaz de gerenciar grandes quantidades de memória RAM.
O Windows com 64 bits traz mais benefícios e eficiência que a versão de 32 bits.

 

Vantagens da versão 64 bits

O Windows com versão 64 bits é capaz de gerenciar grandes quantidades de memória RAM com mais eficiência que o Windows de 32 bits.

Como resultado, é obtido um melhor rendimento, visto que torna-se possível rodar vários programas ao mesmo tempo.

Então, se tiver um processador de 64 bits e muita memória RAM, no mínimo 4 GB, vale a pena investir na versão 64 bits.

 

E a versão de 32 bits?

A versão de 32 bits é a mais adequada para executar tarefas simples e aplicativos leves.

Podemos citar a navegação na internet e a maioria dos programas comuns.

Se você já tiver um processador com arquitetura 64 bits, vale a pena usar o sistema equivalente.

 

32 ou 64 bits? Qual a melhor escolha?       

Primeiramente, vale uma observação:

Programas de 32 bits podem funcionar no sistema de 64 bits, mas, softwares de 64 bits não funcionam em programas de 32 bits.

O Windows 64 bits é capaz de rodar a maioria dos programas desenvolvidos para 32 bits, com exceção dos antivírus.

E mais, as versões 64 bits podem dar um rendimento enorme aos computadores que operam grandes aplicações gráficas, como o AutoCAD e Photoshop.

Mas isto só acontecerá se possuírem um hardware apropriado.

Esses são alguns diferenciais da versão 64 bits.

A versão de 32 bits, como já mencionado, é mais apropriada para execução de tarefas simples e aplicativos leves.

A escolha é sua!

Veja também este vídeo interessante:

 

De: WD Eletrônica e Informática          
Site:
www.wdeletronica.com.br
Tel: 61 3612-5299

Participe do nosso fórum de discussão sobre este assunto e deixe seus comentários clicando aqui.

Inscreva-se em nosso canal no Youtube clicando aqui.

Curta e siga nosso blog no Facebook, lá você poderá acompanhar todas as nossas atualizações e novas postagens do blog clique aqui.

Para solicitar marketing, publicidade, novos vídeos ou divulgação em geral clique aqui.

Conheça nosso Twitter clicando aqui.
Curta esta postagem caso tenha gostado e deixe seus comentários abaixo.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.